Perguntas frequentes

Quais são os tipos de yoga que existem?

O ramo principal do yoga que trabalha as posturas físicas (ásanas) chama-se hatha yoga. Apartir daí, há várias modalidades como asthanga e vinyasa, que usam sequencias encadeadas; Iyenger que usa acessórios como blocos e almofadas, por exemplo, e uma série de ramificações tradicionais e recentes. Primeiro você precisa saber o que está procurando no yoga, para então iniciar sua busca. Talvez hoje você queira começar com o hatha yoga clássico e daqui dois anos tentar o vinyasa. Vai depender da sua busca pessoal. Pesquise qual é o mais adequado para o seu corpo e seus objetivos, e experimente. Saiba que todos os caminhos levam ao mesmo destino: cultivar um estado de consciência.

Todos podem praticar yoga?

Sim, não importa se você está acima do peso, se é hiperativo ou se tem pouca flexibilidade. O yoga ajuda a equilibrar essas condições. A atenção especial é para pessoas que possuem lesões ou limitações de movimento em partes do corpo como coluna, pescoço, joelhos, punhos, hernia de disco, pressão alta etc. Nesses casos é recomendável um acompanhamento mais personalizado para adaptar a prática. É importante seguir a orientação do instrutor, respeitando seus limites e praticando a não-violência a si mesmo. 

Yoga alivia estresse ansiedade e depressão?

Sim, os exercícios respiratórios, as posturas e as práticas meditativas desenvolvem o foco e a atenção plena para o aqui e agora. Você se reconecta com seu corpo e aprende a encarar os eventos de outra forma na sua vida por meio do autoconhecimento. Yoga é uma filosofia que você deve seguir para alcançar uma vida mais saudável naturalmente, e uma técnica complementar reconhecida no sistema público de saúde, mas não substitui um acompanhamento clínico em casos mais graves.                                   

Yoga emagrece?

Sim, de várias maneiras: se o peso for provocado por fatores de estresse e ansiedade, ou ainda, se for resultado de uma vida pouco disciplinada em relação aos hábitos alimentares, sono, bebidas etc. Naturalmente, ao se aproximar da filosofia yogi, o praticante desperta para a vontade de mudar os padrões e ritmo de vida. Além disso, há práticas que exigem mais disposição aeróbica. É recomendável que você, primeiramente, identifique os motivos do seu sobrepeso.

Vou poder fazer aquelas posturas avançadas que vejo em vídeos e fotos?

Depende, as mesmas práticas podem produzir resultados diferentes em pessoas diferentes. Todos nós temos limitações físicas em alguma parte do corpo. Você pode não conseguir fazer uma super extensão da coluna ou uma flexão total para frente, mas pode ser muito bom em posturas de equilíbrio ou invertidas. Isso depende do seu corpo e da sua prática e dedicação. Não existe uma postura perfeita no yoga, existe aquela feita corretamente para que você consiga obter os benefícios dela.

​Vou aprender a respirar direito?

Respirar corretamente é essencial para viver de maneira saudável. Uma mente agitada gera uma respiração superficial e insuficiente, e uma mente tranquila se reflete numa respiração longa e profunda. O yoga ensina algumas possibilidades de respiração ampla e completa que nos ajudam a compreender nosso estado emocional observando e controlando a respiração. Os exercícios respiratórios que se aprende no yoga podem ser usados no dia a dia para diferentes situações: quando precisar relaxar ou quando precisar de mais energia e vigor. É o que chamados de consciência respiratória.

​Poderei ter mais foco e concentração?

Sim, no yoga aprendemos a aceitar a natureza da mente e conviver com ela, sem que os eventuais pensamentos de preocupação, medo, raiva ou tristeza se tornem fonte de sofrimento. Isso é desenvolvido na meditação, mas na prática dos ásanas também limpamos a mente. Quando entramos em uma postura, teremos a orientação do instrutor para manter o olhar fixo em determinada parte do corpo, do chão ou da parede, por exemplo. Enquanto isso, você presta a atenção em sua respiração e em como seu corpo reage à postura, se é necessário reduzir a intensidade, se sua respiração está de acordo com o tempo de permanência. Tudo isso, naturalmente, trabalha a sua atenção plena e melhora a sua concentração também no seu dia a dia.

Por que as posturas de yoga tem nomes de animais, insetos e plantas?

A história do yoga inicia há 5 mil anos quando foram encontrados desenhos em relevo no Vale do Indo (atual Paquistão)  que revelavam posturas de meditação. Daí em diante, sabe-se que os yogis viviam em florestas e observavam animais, insetos, árvores etc para construir as posturas. Na mitologia, o deus hindu Shiva teria repassado essa sabedoria aos homens. Atualmente, fala-se que exercícios de treinos olímpicos teriam sido adaptados e usados em modalidades recentes, e até mesmo tradicionais, de yoga.

Yoga é religião?

Não, yoga é uma filosofia que permeia qualquer religião. É praticada por pessoas no mundo todo, independente de crenças, exatamente pela comprovação de seus benefícios à saúde. Alguns instrutores tem suas crenças ligadas a filosofias espiritualistas orientais e algumas modalidade de yoga entoam mantras em sânscrito durante as aulas, que podem confundir alguns alunos. Os mantras tem efeitos vibratórios quando pronunciados em sua língua de origem, mas não significam exatamente uma prece religiosa. 

Como escolher um instrutor de yoga?

Primeiro decida o que você busca com o yoga, e então, pesquise os estilos que talvez atendam o que você procura. Ligue para os instrutores ou estúdios de yoga e marque uma aula experimental. É necessário haver uma conexão de aluno e professor. Observe a maneira que se transmite o yoga e se você se identifica com a abordagem da prática. Veja se ele se dedica a orientar as posturas com cuidado, respeito e tranquilidade. Ele deve sempre observar os limites e a evolução de cada aluno.

Pratico corrida, musculação (ou CrossFit). Preciso de yoga?

Seus calcanhares saem do chão em seu agachamento? Seus ombros estão mais caídos para frente? Consegue tocar seu pé sem arquear a coluna? Praticar poses básicas do yoga ajuda a reforçar a rotação externa do quadril e do ombro, que é necessária para muitos dos movimentos básicos de CrossFit, por exemplo. Yoga ajuda a melhorar a sua mobilidade. No caso de quem adora correr, saiba que as posturas de yoga ajudam a fortalecer partes importantes do corpo para manter uma boa estabilidade, e outras para relaxar os pontos de tensão e dores após a corrida. A concentração na respiração, o foco e a auto-observação do corpo também são importantes para muitos movimentos de treinos funcionais, ajudando a executar os exercícios com mais estabilidade, equilíbrio e menos riscos de lesões. No caso daqueles que pegam pesado na musculação, saiba que pode estar reduzindo a sua mobilidade se não trabalhar o alongamento correto da musculatura. Quanto a consciência respiratória na prática do yoga, ela ajuda nos treinos que exigem movimentos rápidos e constantes, pois desenvolve cada movimento ligado a respiração. Além disso, ensina a respirar de forma completa, o que melhora sua força e ajuda a sustentar movimentos por durações mais longas. Lembre-se, para ganhar velocidade, você também deve cultivar o descanso. O relaxamento no yoga é importante para o corpo assimilar as informações que você recebe mentalmente e fisicamente.  

Você encontrou a resposta que procurava? Se ainda tiver duvidas, entre em contato.

 

Contato

(61)999686260

©2018 by Satvika Yoga. Proudly created with Wix.com